Conheça o trem que liga Ouro Preto a Mariana, em Minas Gerais

Trem da vale - Foto: Divulgação

Cabine restaurada do Trem da vale – Foto: Divulgação

Se no Aurélio Trem tem 21 significados, no coração do mineiro é algo sem explicação. A ligação do estado e seu povo remonta a era do ouro, mineral que saia direto dos veios das minas para os trilhos do querido trem. O fim da época de glamour das ferrovias reduziu as opções para os mineiros que, aos poucos, viram este meio de transporte que transportava de um tudo, ser reduzido ao transporte de cargas e poucos trechos para passageiros.

 

Os mineiros agora podem comemorar o retorno turístico de mais um trecho entre duas cidades: O Trem da Vale – que liga a cidade de Ouro Preto à cidade de Mariana – passa a compor a Rota Histórico-Cultural do roteiro “Entre Cenários da História” do Circuito do Ouro, uma região turística que agrupa 15 municípios com proximidade geográfica e afinidades históricas, culturais e naturais.

 

Trem da Vale cortando montanhas - Foto: Divulgação

Trem da Vale cortando montanhas – Foto: Divulgação

De 2004 a 2006, a Vale revitalizou a antiga ferrovia construída em 1883 com 18 quilômetros de extensão, entre as cidades de Ouro Preto e Mariana, e também foi responsável pela restauração das quatro estações do percurso – Ouro Preto, Vitorino Dias, Passagem de Mariana e Mariana, onde o trem para no percurso. Os vagões e a locomotiva foram artesanalmente reformados, conservando suas características originais.

 

O trem da Vale

Vagão panorâmico - Foto: Divulgação

Vagão panorâmico – Foto: Divulgação

O Trem funciona às sextas, sábados, domingos e feriados. O trajeto tem extensão de 18 quilômetros, com prazo estimado de uma hora de viagem. Ele possui seis carros de passageiros, sendo cinco convencionais com 240 lugares e um vagão panorâmico que possui 52 lugares (total de 292 lugares). Durante a viagem cachoeiras, como a do Funil (maior cachoeira do percurso com 10 m de queda d’água), resquícios da Mata Atlântica e sítios arqueológicos podem ser admirados além de pequenas propriedades que cresceram ao longo da ferrovia.

 

É possível fazer reservas para grupos e as passagens podem ser compradas nas próprias estações Ouro Preto e Mariana, de quarta a domingo, das 8h30 às 17h ou online no endereço www.vale.com/tremdavale.