O Mundo é Seu

Feira de Mataderos aos domingos em Buenos Aires

Esse conteúdo faz parte de Buenos Aires
Clique aqui para ver todo o conteúdo.

Destino visitado e verificado
por nossa equipe

Confira aqui tudo sobre a Feira de Mataderos, para se programar para conhecer quando estiver m Buenos Aires.

Você é do time de turistas que gosta de passear nas feirinhas de domingo? Aqui no Brasil esses passeios são bem comuns e nossos queridos irmãos argentinos também contam com essa tradição.

Buenos Aires é cheia de feirinhas que acontecem aos finais de semana sendo uma delas a Feira de Mataderos, que está localizada no bairro de Mataderos.

Feira de Mataderos, Buenos Aires. Argentina

O grande diferencial dessa feira frente às demais é que ela é uma feira de migrantes, que foi criada para celebrar as tradições gaúchas, o que leva a uma explosão de culturas em um mesmo local.

Assim, a feira pode ser comparada com a de Kantuta em São Paulo e com a de São Cristóvão, no Rio. Diferente das demais feiras de Buenos Aires, você não encontrará tango por lá e se sentirá em casa.

Além disso a feira foi criada onde, antigamente, funcionava um dos pontos mais importantes da cidade de Buenos Aires, oferece hoje mais de 700 opções de barracas aos visitantes que comercializam desde artesanatos e itens antigos, até comidas típicas de várias regiões diferentes.

Então, vem com a gente conhecer mais sobre a feira de Mataderos e algumas sugestões de passeios para fazer pela região.

História da Feira de Mataderos

Antes de falarmos sobre a história da feira de Mataderos em si e como ela surgiu, vamos deixar aqui uma informação bem interessante: você sabe o porquê o bairro de Mataderos recebeu esse nome?

A região onde atualmente está o bairro de Mataderos, foi batizada dessa forma como uma homenagem a um dos maiores e mais importantes matadouros, que ficou instalado por ali até o ano de 1899.

Matadero, 1963. Buenos Aires, Argentina
Matadero, 1963. Buenos Aires, Argentina

Há quem diga que essa homenagem não é nada singela, e o nome dado ao bairro divide opiniões até os dias de hoje.

Mas é a partir dessa história que começou o surgimento da famosa Feira de Mataderos. A feira funciona onde, antigamente, estava o Mercado Nacional de Hacienda, e o famoso Frigorífico Municipal da cidade.

A região era muito importante para a capital argentina, pois era conhecido como o centro da indústria da carne, movimentando muito dinheiro para toda a cidade e, até mesmo, para a economia da Argentina como um todo.

Inclusive, a região do Matadouro ficou conhecida, por um bom tempo, como a Nueva Chicago, representando toda a importância do local.

No entanto, foi apenas no ano de 1986, cerca de uma década depois que o frigorífico foi fechado, que a Feira de Mataderos começou a se erguer no bairro. Ela se expandiu rapidamente e, atualmente, conta com mais de 700 barraquinhas que vendem de tudo um pouco.

A característica principal que podemos observar na Feira de Mataderos, é a mistura do campo e da cidade, além das várias culturas que se reúnem em um só lugar aos domingos. Portanto, é uma opção bem diferente das feiras tradicionais argentinas.

Como funciona a Feira de Mataderos?

Por se tratar de uma feira muito grande, a Feira de Mataderos se divide em duas feiras diferentes, sendo uma mais popular e, aparentemente, mais voltada para atender ao público do próprio bairro, e uma outra parte mais turística.

Na parte mais popular da feira, é possível encontrar barracas que vendem roupas usadas, acessórios, itens para casa, vários badulaques baratinhos e, até mesmo, itens de necessidades básicas, como papel higiênico.

Já no lado mais turístico da Feira de Mataderos, os visitantes podem encontrar barracas vendendo itens mais requintados e cheios do espírito gaúcho, como artigos feitos de couro legítimo, pratas, cintas, ponchos, mate, artigos de lã e muito mais.

Feria de Mataderos, Artesanato
Feria de Mataderos, Artesanato
Foto Estrella Herrera, Flickr

O melhor de tudo é que os comerciantes são muito simpáticos e não poupam tempo, e nem palavras na hora de contar um pouco sobre a sua história e a história do seu país, incluindo tradições e lendas do interior. Assim, o passeio se torna uma incrível aula de curiosidades.

É possível comprar lembrancinhas, souvenirs e itens de decoração por lá também, além de fazer uma pausa em uma das barracas de comida para degustar dos pratos mais tradicionais do país.

Contudo, precisamos destacar que a Feira de Mataderos não é nada parecida com as feiras mais chiques, como a de San Telmo. Por isso, ela tende a lotar muito, e você pode encontrar desde itens muito bem trabalhados e elegantes, até opções sem muita qualidade, sendo essencial pesquisar bastante.

Horário de funcionamento

A Feira de Mataderos funciona apenas aos domingos, entre às 11h e às 20h.

No entanto, a feira acontece no bairro somente entre os meses de março a dezembro, não abrindo em janeiro e fevereiro.

Você pode acompanhar a programação no Facebook da Feira de Mataderos.

Como chegar na Feira de Mataderos

A Feira de Mataderos está localizada na Av. Lisandro de la Torre e na Av. De los Corrales, no bairro de Mataderos.

Para chegar até lá, você pode utilizar uma das seguintes linhas de ônibus: 36, 55, 92, 63, 80, 92, 97, 103, 117, 126, 141, 155, 180 e 185.

Também é possível acessar a feira de carro ou através de corridas oferecidas por dentro dos aplicativos de viagem de Buenos Aires.

A Feira de Matadouros realiza, também, algumas apresentações de grupos musicais, danças, shows gaúchos, corridas de cavalo, doma e danças folclóricas.

Outros passeios em Buenos Aires

O bairro de Mataderos em si, não possui muitos pontos turísticos para conhecer. Aliás, ele está localizado um pouco distante da região central e turística de Buenos Aires, apesar de muitos turistas frequentarem a Feirinha de Mataderos.

No entanto, Buenos Aires é repleta de outros pontos turísticos que vale a pena inserir no seu roteiro por lá. Por isso, separamos abaixo alguns bairros que você precisa conhecer enquanto estiver pela cidade, e as principais atrações de cada um. Confira!

Bairro da Recoleta

O bairro da Recoleta é um dos mais tradicionais, nobres e chiques de Buenos Aires, muito conhecido por conta do seu charme parisiense.

Cheios de edifícios antigos e capazes de te teletransportar para séculos atrás na Europa, o bairro da Recoleta era o habitat principal das famílias mais ricas de Buenos Aires. Inclusive, é lá que está o Cemitério da Recoleta, o local com o metro quadrado mais caro de toda a cidade.

Basílica Nossa Senhora do Pilar, Cemitério da Recoleta. Buenos Aires, Argentina
Basílica Nossa Senhora do Pilar, Cemitério da Recoleta. Buenos Aires, Argentina

O Cemitério da Recoleta é, literalmente, um museu a céu aberto que vale todos os segundos de visita. Ele conta com os mais incríveis mausoléus, túmulos e esculturas, sendo o abrigo de diversas almas que foram importantes para a história do país, como a própria Eva Perón.

A grande maioria dos túmulos são de famílias influentes e, por isso, concorrem entre si no quesito beleza.

Interior do Cemitério da Recoleta, Buenos Aires
Interior do Cemitério da Recoleta, Buenos Aires

Além disso, algumas das esculturas do cemitério foram feitas por grandes artistas europeus, o que acaba chamando bastante a atenção e atraindo turistas e moradores ao local.

Outro ponto turístico do bairro é a Brasília Nossa Senhora de Pilar, que possui as suas janelas com vistas para o cemitério. Bem diferente, não é mesmo? A construção da basílica data de 1732, e é considerada a segunda igreja mais antiga de Buenos Aires.

Para complementar o passeio pelo bairro, você pode ir até a Plaza Francia, que recebeu esse nome após a doação de um monumento pela França à Argentina no ano de 1910, ao Centro Cultural da Recoleta, e aproveitar para conhecer os Palácios do bairro.

Bairro Palermo

Outro bairro que não pode ficar fora da sua lista de visitação é o bairro Palermo, considerado, atualmente, como o melhor de Buenos Aires.

É no bairro Palermo que você pode visitar o Jardim Botânico da cidade, conhecer os mini jardins (francês, ocidental, romano, etc.), ir até o Rosedal, andar de pedalinho, visitar o Bosque de Palermo, o Ecoparque, o Planetário, o Hipódromo ou fazer compras na chiquérrima Palermo Soho.

Ponte no Parque de Rosedal, em Palermo - Buenos Aires, Argentina
Ponte no Parque de Rosedal, em Palermo - Buenos Aires, Argentina

São muitas opções de passeios no Bairro Palermo, e vale a pena ressaltar que a vida noturna por lá costuma ser bem agitada também, por conta dos vários restaurantes, bares e shows de tango.

O bairro é vizinho da Recoleta, e está localizado em uma das melhores zonas da cidade de Buenos Aires, sendo muito fácil se deslocar para outras regiões turísticas, como Puerto Madero ou, até mesmo, La Boca, onde está localizado o belíssimo estádio do Boca Juniors.

Museu Evita Peron Cozinha
Museu Evita Peron Cozinha Foto: Gentileza do Ente de Turismo da Cidade de Buenos Aires

Outras dicas de passeios no bairro Palermo que valem a pena são o Museu Evita, que conta mais sobre a vida de Eva Perón, e o Jardim Japonês, um ótimo lugar para descansar e entreter as crianças.

Puerto Madero

Aqui temos um outro bairro que é muito badalado na cidade de Buenos Aires e está sempre cheio de turistas, tanto por conta de sua beleza, como pelas atividades diferenciadas para fazer por lá.

Puerto Madero surgiu após uma ideia da prefeitura da cidade de renovar o antigo porto de Buenos Aires, deixando tudo mais sofisticado e bonito, ao trazer para o local uma arquitetura mais europeia.

Puerto Madero - Buenos Aires, Argentina
Puerto Madero - Buenos Aires, Argentina

Com isso, Puerto Madero passou a abrigar importantes pontos turísticos, como a Puente de la Mujer, uma arquitetura incrível que representa uma dança de tango entre um homem e uma mulher. Ela foi criada como uma homenagem a todas as mulheres argentinas, e ainda é giratória.

Em Puerto Madero, você pode conhecer também o Fragata Sarmiento e o Corveta Uruguay, ambos barcos-museu, em que você pode entrar, e conhecer melhor como era a vida em alto mar anos atrás.

Dentro dos navios, você pode conferir objetos que foram trazidos pelos marinheiros de diversos lugares do mundo, como pedras da Muralha da China e um cachorro embalsamado, que era o melhor amigo de uma das equipes que utilizaram a Fragata em suas missões.

Museu Evita Peron Cozinha
Museu Evita Peron Cozinha Foto: Gentileza do Ente de Turismo da Cidade de Buenos Aires

O Cassino de Buenos Aires também está em Puerto Madero e dentro de dois navios. Isso mesmo, essa é a sua chance de conhecer um cassino que fica dentro de um barco flutuando em águas argentinas.

A entrada para o cassino é gratuita, e os visitantes só pagam o que consumirem no bar e no restaurante, ou para jogar, se quiserem.

Por fim, Puerto Madero abriga a Reserva Ecológica da cidade, e é um dos melhores bairros para assistir a um bom show de tango, sendo que uma das melhores casas de tango de todo o país está lá: o Madero Tango.

Tango Madero, Buenos Aires. Argentina
Tango Madero, Buenos Aires. Argentina

E claro! Não podemos deixar de falar sobre o calçadão de Puerto Madero, que tem uma vista incrível, e é o local perfeito de Buenos Aires para quem gosta de apreciar o sol se pôr.

A rua costeira de Puerto Madero é cheia de bares e restaurantes, que vão te convidar a se sentar e apreciar uma cerveja bem gelada enquanto você se despede de mais um dia de passeio. 

Colonia del Sacramento

Para finalizar a nossa lista, não vamos falar de um bairro de Buenos Aires, mas, sim, de uma cidade vizinha uruguaia que é uma parada obrigatória para todos os turistas.

A Colonia del Sacramento é uma cidade 100% histórica, e que abriga uma série de construções importantes. O mais legal de tudo é que muitos dos primeiros prédios da cidade ainda continuam de pé, mesmo após as várias guerras que aconteceram na região.

Basílica do Santíssimo Sacramento, Colonia del Sacramento, Uruguai
Basílica do Santíssimo Sacramento, Colonia del Sacramento, Uruguai

Por lá, recomendamos que você conheça o Museu Português, o Museo Casa de Nacarello, o Museu do Azulejo, o Arquivo Histórico Regional, a Basílica do Santíssimo, a Plaza de Armas e o Cais.

Apesar de pequena, Colonia del Sacramento é cheia de histórias para te contar, e com certeza, vai te encantar bastante.

Além disso, existem alguns restaurantes que funcionam por lá, que estão nas listas dos melhores da região de Buenos Aires, como o Las Libres, Casa Viera e o Charco Bistrô.

A cidade é bem arrumada, está sempre cheia, e possui várias ruínas que remetem a momentos passados da história do local, lá no século XVII, quando ela funcionava como uma cidade estratégica para Portugal.

Farol de Colonia del Sacramento, a lighthouse in Uruguay

No entanto, por conta do seu fácil acesso, muitos casos de contrabando e vendas de mercadorias ilícitas foram registrados por lá.

Depois, ela se tornou objeto de várias lutas entre Portugal e Espanha, mas algumas ruas e construções passaram por elas firmes e fortes, servindo hoje para contar a história da cidade. Apenas em 1825, a cidade foi oficialmente declarada como Uruguaiana.

Existem opções de passeio bate-volta saindo de Buenos Aires para Colonia del Sacramento, com guias que vão te levar aos melhores pontos turísticos, e te contar toda a história em detalhes, valendo muito a pena!

Luis Moura

Minhas redes fora do blog ;)

Quem sou eu

Prazer, Luis Moura. Sou publicitário de corpo e alma e geminiano dos mais loucos, nasci inquieto. Perdido entre os canais de viagem da tv e livros de história decidi vencer o medo e colocar o pé na estrada. A primeira em 2003 e a partir daí não parei mais. Por aqui desde 2016 quando a ajuda aos amigos para montar seus planos de viagem viraram coisa séria.

Precisa de ajuda?
Me chama!

As vezes pode demorar um pouquinho para responder. Se eu souber responder, será um prazer ajudar.

Compartilhe ou salve para ver depois

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Imprimir
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nesse post
falaremos sobre

Relacionado a
esse assunto

Segue a gente aí

Dá uma olhada
nesse conteúdo:

Sobre cookies, processamentos e seus dados pessoais

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Nossa política de privacidade está disponível aqui. Esse pop-up não aparecerá novamente mas esse link está disponível no rodapé das páginas.